Mulheres maduras…

Publicado: maio 26, 2010 em Destaque, Melação
Tags:

Não me interessa se ela é coroa, panela velha é que faz comida boa… Nunca o trecho da musica de Sergio Reis esteve tão em voga como nos dias de hj. Vemos por ai, uma infinidade de casais, invertendo valores, formados por mulheres maduras e homens nem tanto. Em outros tempos diriam ela é rica e ele se aproveita da situção para explorará-la economicamente. Felizmente hj em dia, cada vez mais, as coisas vem mudando e esse tipo de relação já não é mais vista com preconceito e muitos homens estão se rendendo aos encantos das mulheres maduras… Mas quais seriam os encantos de uma mulher madura?

Mulheres mais velhas possuem encantos e segredos aos quais quanto mais descobrimos e aprofundamos mais queremos beber da fonte. Quem não gosta de se relacionar com uma pessoa mais experiente e segura de si? Sim, os encantos da mulher madura passam por essa segurança, aquele negócio de ‘sei o que quero’ que nos deixa caidinhos por elas. Alguns dirão, vc é carente e está vendo nela a figura materna, mas não…. As conversas, as vontades, os toques, o envolvimento e todos os  desejos são muito mais interessantes e calientes. Elas são charmosas e nao querem apenas um lance, querem ser conquistadas e nos envolvem com todo o encanto e magia que uma só uma mulher segura de si é capaz de fazer.

Sabem bem como é ser cobiçada, mas preferem ser desejadas. Envoltas numa aura parecem nao ter sombras… Nao andam, caminham com a naturalidade de quem conhece a vida, de quem já sofreu por desencontros mas se levantaram para dar a volta por cima. São lutadoras e firmes, abriram caminhos e fizeram tendencias, mas que hj fundamentalmente vivem uma vida cheia de alegrias e conquistas de ter passado por infancia, juventude e amadurecimento, e ainda assim perceberem que a vida está apenas começando. Moderna? Prefiro pensar que são elegantes…

Ao mesmo tempo que nos sentimos livres tamanha a liberdade que elas nos dão, nos sentimos presos na vontade e no desejo de estar cada vez mais perto, cada vez mais envolvidos com tudo o que elas são capazes de nos proporcionar. Como num texto que li, a mulher madura não é ventania é simplesmente o ar em movimento. Capaz de preencher cada espaço vazio de uma sala abarrotada de pessoas sem um décimo de sua jovialidade e serenidade. Elas sabem que são provocantes…

Não existe sexo com elas… Existe sim a arte de amar, a arte de ser conquistada e de se deixar levar por aquilo que elas desejam… A cada toque, em cada suspiro, em cada beijo, dois corpos se tornam um e nos vemos novamente entregues… Nunca dominadas, conhecem cada centimetro de seus corpos maduros e perfeitos que parecem ter sido esculpidos pelo mais nobre artista renascentista. Elas dominam, exalam paixão, querem a qualidade num mundo que se vangloria pela quantidade, preferem o slow diante da cultura fast. Querem prazer, e sabem como ninguem, como consegui-lo. Até aquelas conversas interminaveis de travesseiro se tornam a melhor coisa do mundo ao lado delas.

Sei muito bem o que é tudo isso, porque amo uma mulher assim, sem tirar nem por. Descobri e descubro dia após dia os encantos de uma mulher madura. Guerreira mas feminina, batalhadora mas sensível, decidida mas meiga… Sou um previlegiado, descobri esses encantos e prefiro morrer nos braços dela, quer dizer, prefiro viver nos braços dela do que qualquer outra coisa nesse mundo.

Não tem preço…

Publicado: maio 10, 2010 em Nostalgia

Poucas foram as vezes que assistindo uma propaganda me emocionei ou tive vontade de sair de casa para comprar determinado produto. Mas uma coisa é inegável, num país como o Brasil, fazer uma propaganda bem feita é essencial para que as pessoas consumam determinados produtos e serviços. Assim como é inegável que o Brasil tem os melhores profissionais do mundo na área. Se já é dificil vender para quem tem condições favoráveis como europeus e americanos, imagina então para quem nao tem poder aquisitivo para sair comprando tudo.

Mas voltando ao inicio do post, poucas foram as propagandas que me emocionam ou me emocionaram como uma das atuais propagandas que a rede de cartões de crédito Mastercard está veiculando no país nesses tempos de copa do mundo.

A ideia da propaganda é genial e o desfecho, alem de simples, é sensacional. Por que? Porque além de exaltar a relação de pai e filho, mostra que a tradições e manias nao mudam nunca. O pai tem aquele álbum da copa do mundo de 1970 onde só falta uma unica figurinha. Essa situação, album de figurinhas, figurinhas dificeis lembra alguma coisa? Enfim… Então o filho, num lance de sorte, encontra-se o com Pelé num restaurante, conta-lhe a história e tem a felicissíma ideia de fazer a figurinha para dar ao pai.

São os papéis se invertendo!! Durante anos o pai ajudou o moleque a completar seus albuns e agora o filho, com a ajuda do cartão em questão é claro, tem a chance de dar ao pai um prazer que ele imaginou que nunca mais iria ter. É sensacional.

Coisas assim, envolvendo a familia, envolvendo tradição e continuidade, deveriam ser mais exploradas nesse mundo cão que exalta o fast, a tecnologia e as coisas hi-tec. As vezes coisas simples assim, coisas que passam desapercebidas à nossa frente, são as melhores e mais inesquecíveis coisas que podem nos acontecer.

É como o lema da empresa em questão, são coisas que não tem preço!!!

25 de Março

Publicado: março 25, 2010 em Curiosidade, Destaque, Variedades
Tags:, ,

A Rua 25 de Março é hoje, 145 anos depois de sua fundação, um dos pontos mais visitados, turistica e economicamente, da cidade de São Paulo. Nacionalmente conhecida por ser a rua das ofertas e das bugigangas a “25” como é conhecida oferece desde produtos eletronicos aos mais diversos produtos ching-ling “contrabandeados” do mercado. Atende lojistas, varejistas e pessoas normais como eu ou vc. As mulheres então!!! Devem amar aquele lugar cheio de coisas inuteis e penduricalhos mil, ou seja, é um lugar que todos conhecem. Para quem não sabe é considerado o maior centro comercial da America Latina. Mas, vcs sabem porque a 25 tem esse nome???
Ao longo dos anos alguns fatos relevantes (ou nem tanto para muitos) aconteceram, mas o motivo da homenagem à data de hj é a redação e outorgação da primeira constituição feita no Brasil, a constituição de 1824, por D. Pedro I. Até hoje é a constituição mais longeva do Brasil tendo ficado em vigor de 1824 à 1889 com a proclamação da republica. Foi por muito tempo a segunda mais antiga do mundo sendo mais nova apenas que a constituição americana.
Entre outras coisas, a constituição de 1824, ficou marcada por:
– O governo era uma monarquia unitária e hereditária;
– A existência de quatro poderes: o Legislativo, o Executivo, o Judiciário e o Poder Moderador, este acima dos demais poderes, exercido pelo Imperador;
– O Estado adotava o catolicismo como religião oficial. As outras religiões eram permitidas com seu culto doméstico, nunca podendo construir Templos Religiosos;
– Define quem é considerado cidadão brasileiro;
– As eleições eram censitárias, abertas e indiretas;
– Submissão da Igreja ao Estado, inclusive com o direito do Imperador de conceder cargos eclesiásticos na Igreja Católica (padroado);
– Foi uma das primeiras do mundo a incluir em seu texto (artigo 179) um rol de direitos e garantias individuais;
– O Imperador era irresponsável (não respondia pelos seus atos judicialmente).
– Por meio do Poder Moderador o imperador nomeava os membros vitalícios do Conselho de Estado os presidentes de província, as autoridades eclesiásticas da Igreja oficial católica apostólica romana, o Senado vitalício. Também nomeava e suspendia os magistrados do Poder Judiciário, assim como nomeava e destituía os ministros do Poder Executivo.
Era uma constituição voltada aos poderes de D. Pedro, é claro, mas foi nela também que muitas coisas que vivemos até hj foram inseridas na sociedade brasileira como um todo.

Outros fatos marcantes do dia de hj:

– 1306 – Roberto Bruce torna-se Rei da Escócia (Lembra-se do filme Coração Valente?)
– 1857 – O fonógrafo é patenteado. (Olha ai Juma, o pai das vitrolas!!)
– 1939 – O cardeal Eugenio Pacelli é eleito Papa com o nome de Pio XII.
– No cristianismo, 25 de Março é tipicamente celebrado como o dia da Anunciação desde que ele não caia em um Domingo ou durante as semanas Santa ou da Páscoa.
– Grécia: Dia da Independência
– Eslovênia: Dia das Mães
– Bielorrússia: Dia da Liberdade
– Igreja Católica: São Dimas, o Bom Ladrão (Santo de Carterinha do Lula!!!)

Do blog do Flavio Gomes…. Um dos jornalistas que mais entendem de formula 1 nesse país. Destruindo um mito!!!

PIQUET, 57 (E 7 MESES E 5 DIAS)

SÃO PAULO (o “outro”) – Antes de mais nada, obrigado ao blogueiro Thiago Pereira, que mandou o link. O vídeo acima é o primeiro de cinco de um documentário pouco conhecido sobre Nelson Piquet, gravado no final de 1987, quando ele conquistou seu terceiro tíulo mundial e estava de saída da Williams para a Lotus. É um material precioso. Precioso e muito didático. Ouvir a história de sua carreira contada por ele mesmo me leva a perguntar: por que será que só Ayrton Senna, entre os grandes pilotos brasileiros, conseguiu colar na testa a fama de batalhador obstinado, perseverante, destemido, lutador incomparável? Por que só a ele é atribuída a exclusividade de detentor da garra, do patriotismo, da raça, do orgulho de ser brasileiro? Por que só ele tinha, como escreveu um blogueiro nos comentários, “vontade, sabedoria, talento, arrojo, coragem e amor pelo o esporte”?
A trajetória de Piquet foi bem mais dura, pode-se dizer. E conta com todos esses ingredientes, que parecem, pela visão de muita gente, privilégio de um único esportista e cidadão em toda a história do país: obstinação, perseverança, destemor, luta, garra, patriotismo, raça, orgulho, vontade, sabedoria, talento, arrojo, coragem, amor pelo esporte. Desde o início, em Brasília, passando pelos autódromos brasileiros a bordo de uma Kombi, e depois na Europa, onde morava dentro de um ônibus e dormia ao lado do carro. Ayrton tinha motorista particular, bons patrocínios, estrutura financeira. As coisas, para ele, foram bem mais fáceis.
Não quero, aqui, desmerecer nada do que Senna fez, e que veio à tona nos últimos posts sobre seus 50 anos. São histórias diferentes, apenas. Cada um tem a sua. Mas fico imaginando se essa, de Piquet, fosse contada por Ayrton. O que Nelson fala sorrindo, Senna, possivelmente — por seu jeito, personalidade, estilo pessoal —, carregaria com tons épicos. E não há nada de épico ou sobrenatural em ser piloto de corridas. É esse o recado que Piquet passa, com seu jeito quase simplório de contar episódios de uma vida muito rica, difícil, cheia de obstáculos.
A vida de cada um é rica. Seja a de um piloto, a de um bombeiro, de um motoboy, de uma atendente de telemarketing. Cada um de nós escreve sua própria epopeia quando nasce. E não há epopeias melhores que as outras. Há, apenas, histórias diferentes. No fim, vamos todos parar no mesmo buraco.

Genial.... O mocinho querido da midia nunca faria isso

Selo em homenagem ao PRIMEIRO brasileiro tri mundial de F1...

Rodox ao lado do carro do campeão....

Socando a cara do piloto chileno Elizeo Salazar.

– Brasileiro é um povo solidário. Mentira.

Brasileiro é babaca. Pagar 40% de sua renda em tributos e ainda dar esmola para pobre na rua ao invés de cobrar do governo uma solução para pobreza; Aceitar que ONG’s de direitos humanos fiquem dando pitaco na forma como tratamos nossa criminalidade. .. Não protestar cada vez que o governo compra colchões para presidiários que queimaram os deles de propósito, não é coisa de gente solidária. É coisa de gente otária.

– Brasileiro é um povo alegre. Mentira.

Brasileiro é bobalhão. Fazer piadinha com as imundices que acompanhamos todo dia é o mesmo que tomar bofetada na cara e dar risada. Depois de um massacre que durou quatro dias em São Paulo, ouvir o José Simão fazer piadinha a respeito e achar graça, é o mesmo que contar piada no enterro do pai. Brasileiro tem um sério problema. Quando surge um escândalo, ao invés de protestar e tomar providências como cidadão, ri feito bobo.

– Brasileiro é um povo trabalhador. Mentira.

Brasileiro é vagabundo por excelência. O brasileiro tenta se enganar, fingindo que os políticos que ocupam cargos públicos no país, surgiram de Marte e pousaram em seus cargos, quando na verdade, são oriundos do povo. O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado ao ver um deputado receber 20 mil por mês, para trabalhar 3 dias e coçar o saco o resto da semana, também sente inveja e sabe lá no fundo que se estivesse no lugar dele faria o mesmo. Um povo que se conforma em receber uma esmola do governo de 90 reais mensais para não fazer nada e não aproveita isso para alavancar sua vida (realidade da brutal maioria dos beneficiários do bolsa família) não pode ser adjetivado de outra coisa que não de vagabundo.

– Brasileiro é um povo honesto. Mentira…

Já foi; hoje é uma qualidade em baixa. Se você oferecer 50 Euros a um policial europeu para ele não te autuar, provavelmente irá preso. Não por medo de ser pego, mas porque ele sabe ser errado aceitar propinas. O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado com o mensalão, pensa intimamente o que faria se arrumasse uma boquinha dessas, quando na realidade isso sequer deveria passar por sua cabeça.

– 90% de quem vive na favela é gente honesta e trabalhadora. Mentira..

Já foi. Historicamente, as favelas se iniciaram nos morros cariocas quando os negros e mulatos retornando da Guerra do Paraguai ali se instalaram. Naquela época quem morava lá era gente honesta, que não tinha outra alternativa e não concordava com o crime. Hoje a realidade é diferente. Muito pai de família sonha que o filho seja aceito como ‘aviãozinho’ do tráfico para ganhar uma grana legal. Se a maioria da favela fosse honesta, já teriam existido condições de se tocar os bandidos de lá para fora, porque podem matar 2 ou 3 mas não milhares de pessoas. Além disso, cooperariam com a polícia na identificação de criminosos, inibindo-os de montar suas bases de operação nas favelas.

– O Brasil é um pais democrático. Mentira..

Num país democrático a vontade da maioria é Lei. A maioria do povo acha que bandido bom é bandido morto, mas sucumbe a uma minoria barulhenta que se apressa em dizer que um bandido que foi morto numa troca de tiros, foi executado friamente. Num país onde todos têm direitos mas ninguém tem obrigações, não existe democracia e sim, anarquia. Num país em que a maioria sucumbe bovinamente ante uma minoria barulhenta, não existe democracia, mas um simulacro hipócrita. Se tirarmos o pano do politicamente correto, veremos que vivemos numa sociedade feudal: um rei que detém o poder central (presidente e suas MPs), seguido de duques, condes, arquiduques e senhores feudais (ministros, senadores, deputados, prefeitos, vereadores). Todos sustentados pelo povo que paga tributos que têm como único fim, o pagamento dos privilégios do poder. E ainda somos obrigados a votar.

Democracia isso? Pense ! O famoso jeitinho brasileiro. Na minha opinião, um dos maiores responsáveis pelo caos que se tornou a política brasileira. Brasileiro se acha malandro, muito esperto. Faz um ‘gato’ puxando a TV a cabo do vizinho e acha que está botando pra quebrar. No outro dia o caixa da padaria erra no troco e devolve 6 reais a mais, caramba, silenciosamente ele sai de lá com a felicidade de ter ganhado na loto… malandrões, esquecem que pagam a maior taxa de juros do planeta e o retorno é zero. Zero saúde, zero emprego, zero educação, mas e daí? Afinal somos penta campeões do mundo né?? ? Grande coisa…

O Brasil é o país do futuro. Caramba , meu avô dizia isso em 1950. Muitas vezes cheguei a imaginar em como seria a indignação e revolta dos meus avôs se ainda estivessem vivos. Dessa vergonha eles se safaram… Brasil, o país do futuro !? Hoje o futuro chegou e tivemos uma das piores taxas de crescimento do mundo. Deus é brasileiro. Puxa, essa eu não vou nem comentar… O que me deixa mais triste e inconformado é ver todos os dias nos jornais a manchete da vitória do governo mais sujo já visto em toda a história brasileira.

Para finalizar tiro minha conclusão: O brasileiro merece! Como diz o ditado popular, é igual mulher de malandro, gosta de apanhar. Se você não é como o exemplo de brasileiro citado nesse e-mail, meus sentimentos amigo, continue fazendo sua parte, e que um dia pessoas de bem assumam o controle do país novamente. Aí sim, teremos todas as chances de ser a maior potência do planeta. Afinal aqui não tem terremoto, tsunami nem furacão. Temos petróleo, álcool, bio-diesel, e sem dúvida nenhuma o mais importante: Água doce! Só falta boa vontade, será que é tão difícil assim?

Arnaldo Jabor

É a lei do oeste!!!

Publicado: março 12, 2010 em Destaque, Editorial
Tags:, ,

É amigo…. Nao tem muito o que dizer, não tem muito o que ficar chorando. Num país qua mais patrece o imaginario velho oeste dos filmes, onde o que impera é a lei do mais forte, o cartunista Glauco, criador do Geraldão e do Geraldinho, foi assassinado junto com o filho na madrugada de hj em Osasco. As informações sobre o crime ainda estão desencontradas, mas fica aqui a homenagem do METELECO ao cartunista.

Curling Brasil

Publicado: março 4, 2010 em Destaque, Humor, Tarja Preta
Tags:,

Na onda do sucesso das olimpiadas de inverno mostramos aqui no METELECO, em primeira mao, o capitão da equipe brasileira de curling, treinando para as olimpiadas de inverno de 2018. Olimpiadas alias que o Brasil é pré candidato como mostra o logo abaixo…. Garanhuns 2018!!!! Aí vamos nós!!!